Saúde Tecnologia

Romã ajuda no combate ao envelhecimento precoce?

Quem nunca parou para pensar nos efeitos do envelhecimento que atire a primeira pedra!

Romã, uma fruta exótica que não é tão conhecida no Brasil, mas que costuma visitar os lares brasileiros durante as tradições do fim de ano. Símbolo de sorte e prosperidade, a romã recebe cada vez mais destaque por seus valores nutricionais e funcionais. 

Saborosa e versátil, a romã é considerada uma das frutas mais saudáveis do planeta e, além disso, pode auxiliar no alívio e prevenção de doenças. Famosa por suas propriedades antioxidantes que ajudam a retardar o envelhecimento precoce, também exerce um excelente papel de proteção. 

Ficou curioso(a) para saber mais sobre a romã? Continue a leitura!

As propriedades da Romã

A romã é rica em vitamina A, vitamina C, magnésio, manganês, zinco, cálcio e ferro, compostos que ajudam no controle da imunidade e da anemia. Sem contar que esses micronutrientes também contribuem para a saúde da visão, da pele, dos ossos e no transporte de oxigênio para as células.

 Por ser uma excelente fonte de antioxidantes, a romã auxilia o corpo no combate aos radicais livres, grandes responsáveis pelo envelhecimento precoce, sendo destaque como protetora da saúde cardiovascular e na atividade neuroprotetora, além de possuir propriedades anticancerígenas.

Outras propriedades da romã:

– Ser aliada da digestão;

– Turbinar a memória;

– Combater a artrite;

– Fazer bem para o cérebro;

– Melhorar a saúde óssea;

– Combater acnes;

– Prevenir diabetes.

Romã no combate ao envelhecimento precoce

Como falamos acima, o envelhecimento está diretamente ligado ao excesso de radicais livres no corpo. Quanto menos radicais livres tivermos, mais jovens e saudáveis seremos. Alguns radicais são produzidos pelo nosso próprio organismo para desempenhar diversas funções metabólicas. Outros, são originados a partir de fatores externos, como a poluição, consumo de tabaco e álcool. 

Pessoas com maus hábitos alimentares, que vivem estressadas, com mau humor e não praticam atividades físicas, tendem a apresentar sinais de envelhecimento muito mais rápido em comparação a quem leva um estilo de vida mais saudável. O excesso de radicais livres no organismo também pode acarretar em mais perda de células, maior probabilidade de desenvolvimento de doenças inflamatórias, câncer e diversas outras doenças adquiridas. 

Para evitar o acúmulo dos radicais livres e, consequentemente, o envelhecimento precoce, uma alimentação rica em antioxidantes é altamente recomendada. É aí que a romã entra em cena! No time de componentes antioxidantes, a fruta oferece os ácidos graxos flavonóides, clorogênico, caféico e málico, que auxiliam na neutralização dos efeitos dos radicais livres.

Ácido elágico

Uma das substâncias majoritárias na composição da romã é o ácido elágico, um antioxidante poderoso que pode ajudar no combate às inflamações, sendo recomendado para a defesa e proteção de doenças crônicas, além de atuar no rejuvenescimento celular e ser bom para a pele. 

Em questões de quebra e desgaste de colágeno, principalmente ligados ao envelhecimento precoce, o ácido elágico exerce a função de desinflamar e proteger.  

Urolitina

Mais um composto muito encontrado na romã que atua no combate ao envelhecimento é o urolitina. Segundo estudo realizado por pesquisadores da Ecole Polytechnique Fédérale de Lausanne e também da Amazentis AS Biotechnical Company, instituições localizadas na Suíça, constatou-se que o urolitina pode ajudar em todas as funções do organismo que retardam o processo de envelhecimento das células. (1) 

Além disso, a ingestão da romã também influencia para uma pele mais limpa e jovial. Então, funciona assim: ao mantermos as células do corpo saudáveis por mais tempo, o organismo responderá com mais eficiência às sobrecargas que aparecem com o avanço da idade. Ou seja, mais expectativa de vida e menos enfermidades!

Resveratrol

Ainda falando sobre a ação da romã no combate ao envelhecimento, precisamos citar um outro antioxidante poderoso muito presente na fruta: o resveratrol. 

Mas, para você saber um pouco mais sobre essa substância, assista ao vídeo que publicamos no nosso canal do YouTube! O Doutor Cesar Isaac revelou que a cor da romã tem tudo a ver com os benefícios que ela pode proporcionar.

Agora que você já sabe que a romã pode se tornar uma grande aliada da saúde e no combate ao envelhecimento precoce, que tal convidá-la à mesa além das festas de fim de ano? Ela é uma fruta bem versátil, que pode ser preparada para diversas ocasiões e assumir diversos pratos. Desde crua, ao natural, com cascas e sementes, em formas de chás e sucos ou, como acompanhamento de saladas e doces, os nutrientes da são devidamente aproveitados.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.