Saúde Tecnologia

Insônia? Conheça a melatonina, o hormônio do sono

Você sabia que, além de hábitos e dicas para preparar o ambiente para uma melhor noite de sono, a melatonina também pode te ajudar a dormir melhor?

Conhecida também como hormônio do sono, a melatonina é ativada principalmente quando não há estímulos luminosos. Por isso, é importante conhecer mais sobre essa substância para entender como melhorar as suas noites de sono e não deixar a rotina corrida te impedir de dar a devida atenção aos momentos de desacelerar. Afinal, não podemos achar que a insônia é algo comum, não é mesmo?

Além de agir na melhora da qualidade do sono, a melatonina também pode apresentar ação antioxidante, auxiliar no tratamento e prevenção da depressão sazonal e na redução do refluxo gastroesofágico.

O que é a melatonina?

Conforme o dia escurece, o nosso cérebro produz uma substância conhecida por “Hormônio do Sono”, mas que também pode ser chamada de melatonina. A principal função desse hormônio é a de regular o ciclo circadiano (24 horas), que coordena a atividade física, química, fisiológica e psicológica do corpo humano, na expectativa de melhorar a qualidade do sono. 

Produzida pela glândula pineal, a liberação dessa substância é mais intensa durante o período noturno. Com o fim da noite e o início de um novo dia, os níveis de melatonina começam a diminuir, preparando todo o organismo para acordar e voltar à ação.  

O funcionamento do hormônio do sono

A melatonina age da seguinte forma no organismo: ao ser secretada, ela vai para a corrente sanguínea e viaja pelo corpo. Ao estar em contato com as células, dá início ao processo de induzir o corpo a se preparar para o repouso. É nesse momento em que surge o sono, o jejum, a redução da atividade cardiovascular, da pressão sanguínea e da temperatura corpórea. 

Quando a produção de melatonina cai, os hormônios da glândula adrenal começam a subir, alterando todo o sistema nervoso e provocando o despertar do indivíduo. Cerca de 90% do hormônio do sono se aloja no fígado, onde é destruído e, posteriormente, eliminado pela urina.

Benefícios da melatonina

Esse hormônio natural pode trazer muitos benefícios ao nosso organismo. Um deles é a melhora da qualidade do sono, que envolve tanto a redução do tempo para adormecer, quanto o tratamento da insônia. Você dorme mais e fica descansado para realizar todas as atividades necessárias do dia. 

A melatonina também pode apresentar ação antioxidante, contribuindo para o fortalecimento do sistema imune, ajudando na prevenção de doenças e a controlar patologias associadas ao sistema nervoso. Além disso, ao combater os radicais livres, esse hormônio participa da reparação das células, que são frequentemente expostas a elementos nocivos, como estresse e poluição.

Já ouviu falar em depressão sazonal? A melatonina pode contribuir na prevenção e tratamento do transtorno afetivo sazonal, que ocorre durante períodos longos de inverno, provocando tristeza, sono em excesso, aumento de apetite e dificuldade de concentração. Esses sintomas ocorrem devido à diminuição de serotonina e melatonina, substâncias que interferem no humor e no sono do indivíduo. Nesses casos, a suplementação do “hormônio do sono” pode ajudar no tratamento desse transtorno psicológico. 

Mais um benefício da melatonina está relacionado a redução do refluxo gastroesofágico, pois a substância contribuiu na diminuição da produção de ácido no estômago e também do óxido nítrico, que pode induzir o relaxamento do esfíncter do esôfago. 

Priorizar o sono é priorizar a vida!

Você acabou de descobrir os benefícios da melatonina no organismo, então, chegou a hora de saber o que a falta dela pode ocasionar:

  • Dificuldade para dormir;
  • Mais irritabilidade e estresse;
  • Aumento da ansiedade;
  • Diminuição da qualidade de vida.

Noites mal dormidas podem afetar o nosso metabolismo, por isso é sempre importante estarmos atentos aos sinais que o corpo dá. As poucas horas de sono podem desencadear problemas graves, como: baixa imunidade, obesidade, diabetes, doenças cardíacas, Alzheimer, AVC, câncer e até redução da longevidade. Portanto, por meio da suplementação de melatonina, pode ser possível:

  • Dormir melhor;
  • Se sentir mais calmo e descansado;
  • Melhorar o metabolismo do corpo;
  • Organizar o relógio biológico.

Como vimos, a melatonina é um hormônio natural do corpo que auxilia no processo de regulagem do sono, iniciando ao anoitecer e proporcionando um dia cheio de energia! Os benefícios que essa substância oferece são muito importantes e conseguimos entender que a deficiência desse hormônio no organismo pode ser bastante prejudicial à nossa saúde. Sendo assim, a suplementação pode se tornar uma grande aliada. 

Para te ajudar, sugerimos que responda o nosso formulário. É super rápido e você vai amar a Beca, nossa inteligência artificial. Vamos construir hábitos saudáveis juntinhos, que tal?

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.