Saúde Tecnologia

Astaxantina: os benefícios de um dos antioxidantes mais poderosos que existe!

Encontrada facilmente em alimentos como salmão, camarão, lagosta, algas e leveduras, entre outros, a astaxantina, um carotenoide de pigmentação avermelhada, proporciona diversos benefícios para a nossa saúde, como ação anti-inflamatória e analgésica, além de auxiliar na recuperação dos músculos após os exercícios físicos. 

Como citamos acima, a astaxantina faz parte do grupo dos carotenóides, assim como o betacaroteno e o licopeno, todos antioxidantes. Chegou a hora de você descobrir mais a fundo quem é a astaxantina. 

O rei dos carotenoides

Esse antioxidante é considerado até 100 vezes mais poderoso se comparado aos outros que comentamos aqui, como o licopeno e o betacaroteno. Além desse poder amplificado, a astaxantina não se torna pró-oxidante no nosso organismo. O que quer dizer que, ao desempenhar a sua função, ela não provoca nenhum tipo de dano às células e tecidos, se tornando uma opção segura de nutriente para incluir na alimentação. 

Além disso, ela atua diretamente na eliminação dos radicais livres e protege tecidos, órgãos e células contra o estresse oxidativo. Vamos entender melhor os benefícios de incluir a astaxantina no nosso dia a dia? 

Melhora na performance

Aos praticantes de exercícios físicos, a astaxantina merece vossa atenção, pois, devido suas propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, ela é capaz de atingir diversas partes importantes do nosso corpo ajudando a:

  • eliminar radicais livres nas células mitocondriais que são resultado da produção de energia;
  • diminuir a inflamação dos músculos;
  • diminuir o dano oxidativo às membranas celulares e DNA;
  • reduzir o ácido lático nos músculos, que é responsável pelo aparecimento de dores e outros.  

Auxilia na redução de dores e inflamações

As propriedades anti-inflamatórias e analgésicas da astaxantina chegam a ser comparadas a alguns medicamentos orientados para doenças, como a artrite, e, por ser natural, não oferecem riscos de efeitos colaterais e dependência. Sua ação pode bloquear enzimas inflamatórias, auxiliando na redução de dores. 

Faz bem pro coração

Isso porque ajuda na diminuição da oxidação do colesterol LDL, reduzindo as chances de entupimento de artérias. Além disso, estudos mostraram que a astaxantina pode aumentar o fluxo sanguíneo e reduzir o açúcar no sangue em ratos diabéticos e hipertensos.  

Protege a pele contra os danos da exposição solar

Por possuir propriedades anti-UV, esse carotenoide também pode auxiliar na redução de rugas e melhora do aspecto da pele, proporcionando um envelhecimento mais saudável.

Outros benefícios:

  • A astaxantina aumenta a proteção dos olhos, reduzindo o risco de catarata, degeneração macular e, até, a cegueira;
  • Pode fornecer mais resistência, aumento de força e níveis de energia, pois é considerada a melhor explicação pela qual o salmão consegue fazer suas viagens pra lá e pra cá com tanta energia;
  • Estudos mostraram que a astaxantina oferece benefícios a curto e longo prazo para pacientes em tratamento contra o câncer de mama, como a diminuição do crescimento de células cancerígenas. 

É poderosa mesmo!

Como citamos no começo do texto, algumas das principais fontes desse carotenóide são frutos do mar, como lagosta, camarão, caranguejo, truta, algas, krill e salmão, por isso, podemos suspeitar que grande parte das pessoas não se alimenta com elas diariamente, não é mesmo? Sendo assim, a suplementação da astaxantina é muito utilizada, já que não conseguimos, por meio da alimentação, suprir a necessidade desse nutriente. Quer saber se, de acordo com o seu organismo e a sua rotina, é necessário incluir mais astaxantina na alimentação? Responda nosso questionário e descubra em poucos minutos por meio da Beca, nossa inteligência artificial, que foi elaborada por profissionais especializados em nutrição.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.